quinta-feira, 29 de abril de 2010

não quero me colocar em nenhuma caixa
nem quero abrir nenhuma
se eu abrir, vou assumir que existe
ela deve apenas sumir
não tenho medo do infinito.
prefiro me sentir pequeno
 
se desmistificar é meu novo horizonte
vou andar andar
sabendo que nunca chegarei lá
vai ser como beijar você
enquanto penso numa desculpa pra ir embora
só que dessa vez sou eu
tentando me livrar de mim
pra finalmente me encontrar.

Um comentário:

Milla Helmine disse...

Yey, que delícia de post pra se ler.